28° C

Secretaria de
Defesa Social

Notícias

SDS lança cartilha digital com orientações de prevenção contra os crimes virtuais

SDS lança cartilha digital com orientações de prevenção contra os crimes virtuais

Notícias

cibercrimes.jpg

 

O material foi feito em parceria com a Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos e elenca os principais golpes que estão acontecendo pela internet, redes sociais e telefone, assim como dicas eficientes de prevenção. A cartilha pode ser baixada no site da Secretaria.

 

Partindo da máxima de que, no combate aos crimes virtuais, a melhor ferramenta é a informação, a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, em parceira com a Delegacia de Crimes Cibernéticos, criou uma cartilha para orientar os cidadãos a se prevenirem contra os cibercrimes. O material reúne os principais golpes que estão acontecendo pela internet, redes sociais e telefone, e também apresenta dicas eficientes de prevenção.

 

A cartilha mostra as diversas formas de abordagens por parte dos criminosos e como eles estão sempre aprimorando ou mudando as técnicas para envolver as vítimas. No entanto, as histórias se assemelham e os apelos são sempre os mesmos: clicar em links, comprar por meio de anúncios de redes sociais, participar de sorteios, enviar código que chega por mensagem de texto (SMS), transferir dinheiro para alguma conta bancária ou fornecer dados pessoais, números e senhas de cartões.

 

“Os criminosos possuem as informações das pessoas, utilizam foto, abordam familiar e resgatam chip. É preciso ficar atento com qualquer abordagem, mesmo se for de um número conhecido, e redobrar os cuidados. É importante que o cidadão sempre faça uma chamada de vídeo para confirmar quem está ligando, jamais ceda às solicitações feitas pela internet e ative a verificação em duas etapas em todas as redes sociais e e-mail”, orienta Eronides Meneses, delegado de Repressão aos Crimes Cibernéticos.

 

Dentre os pontos que a cartilha aborda estão os crimes realizados via whatsapp, telefone, redes sociais, compras online, transações bancárias e aplicativos de paquera. O material também orienta que a vítima deve registrar um boletim de ocorrência, que pode ser feito por meio do site da SDS, no link: http://servicos.sds.pe.gov.br/delegacia/. Na sequência, as provas devem ser entregues na delegacia mais próxima, caso o prejuízo seja inferior a 40 salários mínimos; ou na Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos, caso o valor do golpe seja maior do que 40 salários mínimos. Outras dúvidas podem ser tiradas pelo telefone (81) 3184.3207. A cartilha “Crimes Cibernéticos – Fique atento contra os golpes em ambientes virtuais” pode ser baixada em formato PDF, no site da SDS (https://www.sds.pe.gov.br/) ou ser consultada nos destaques do perfil da Secretaria no Instagram @sdspeoficial.