28° C

Secretaria de
Defesa Social

Notícias

Com o objetivo de divulgar os benefícios, assim como a importância da Equoterapia, trabalho elaborado e coordenado pelo Centro Elohim de Equoterapia e Hipismo (CEEQ), com o apoio da Polícia Militar de Pernambuco será realizado nesta quinta-feira (28), das 18h30 às 21h00, no Auditório da Faculdade Maurício de Nassau a palestra “A importância da Equoterapia na Sociedade”, com o fisiatra e Doutor em medicina esportiva da França, René Garrigue.

Com a intenção inicial de tratar gratuitamente PMs e seus dependentes, a Equoterapia desenvolvida há 11 anos é baseada no método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento físico, psíquico e cognitivo de pessoas portadoras de deficiência e/ou com necessidades especiais. Considerado um tratamento complementar na recuperação e reeducação motora e mental, o projeto teve de ser oferecido também a civis devido a grande procura. Hoje, dos 115 praticantes, como são chamados os que se submetem à Equoterapia, 57 não têm ligação com a PM e já chega a 170 o número de nomes na lista de espera.

Atualmente, o Centro de Equoterapia tem uma das maiores estruturas, equiparando-se com a da Associação Nacional de Equoterapia (ANDE). Segundo o Coordenador do Centro, Tenente Farias, a Equoterapia é voltada para crianças e adultos e é dividida em três fases: hipoterapia, onde o praticante é dependente e as atividades visam a melhoria da coordenação motora; reeducação eqüestre, o praticante é semi-dependente, sendo auxiliado lateralmente; e pré-esportiva, baseada em princípios de equitação e responsável pela promoção de uma maior sociabilização. “A equoterapia não deve ser utilizada isoladamente. Ela completa as outras formas terapêuticas, potencializando a recuperação física e mental. Além de proporcionar uma maior harmonia psicológica, com resultados inacreditáveis", disse.

Assim como ele, a fonodióloga do centro, Ana Paula, a terapia é indicada para crianças e adultos e baseia-se nos estímulos de ajuste tônico decorrentes dos movimentos tridimensionais realizados pelos cavalos, capazes de gerar respostas musculares por meio de impulsos neurológicos. Ou seja, o movimento gera impulsos que são decodificados pelo cérebro e traduzidos com respostas musculares. "Dessa forma, promove-se a aprendizagem motora e adquirem-se reações automáticas, responsáveis pela aquisição de um maior equilíbrio", salienta a fonodióloga.

Informações: Ana Paula – 3445-1678/9683-9427

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.