28° C

Secretaria de
Defesa Social

Notícias

Grupamento Tático Aéreo-GTA realiza Ações Integradas

Geral

O GTA está vinculado ao Gabinete do Secretário de Defesa Social, dispõe de duas aeronaves e realiza ações policiais, de resgate em apoio às guarnições, e de defesa civil. O Grupamento funciona em um hangar do Aeroporto Internacional do Recife.

O efetivo do grupamento é composto por 40 integrantes, dentre eles policiais civis, militares e bombeiros. O novo Decreto possibilita que, além de policiais militares, capacitados e qualificados para atuação na atividade de aviação, bombeiros e policiais civis possam fazer, de acordo com a necessidade, parte do efetivo do grupamento.

O acionamento das aeronaves nas ações programadas exige um planejamento prévio, através de uma Ordem de Serviço, que irá detalhar a missão a ser executada ao Secretário de Defesa Social, ou na ausência do mesmo, o Executivo da SDS, a quem compete à autorização. "Realizamos operações no Interior do Estado, fazemos levantamento de áreas, ações conjuntas com a Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiro e Polícia Federal, além de transporte de órgão para transplante", exemplifica o comandante do GTA, major Pacífico Cavalcanti.

Em ações não programadas, consideradas de emergência de radiopatrulhamento preventivo ou repressivo, além de salvamento, o acionamento da mesma será feito pelo comandante do GTA. "Incluímos nessas ações o apoio ao policiamento em assaltos a bancos, carro forte, estabelecimentos comerciais, tiroteios, crises em estabelecimentos prisionais, resgate e remoção aeromédicas, dentre outras", afirma o major Pacífico.

O Secretário de Defesa Social, Servilho Paiva afirmou que, desde ontem (08), uma aeronave está apoiando as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado em alguns municípios do interior. "A aeronave já realizou o resgate de quatro idosos que se encontravam ilhados no município de Floresta", disse. "Não temos data de retorno, daremos todo o apoio o tempo que for necessário", finalizou.

Para conhecimento do Decreto Nº. 31.214, de 20 de dezembro de 2007, clique aqui.